quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Espinheiro Futebol Clube

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
28/11/2018


Ficha do Clube
Nome
Espinheiro Futebol Clube
Fundação
04 de Abril de 1945
Cidade/Mesorregião
Itapissuma – Região Metropolitana
Estádio
Campo do Espinheiro – 1.000
Status
Amador e Social

O Clube
O Espinheiro Futebol Clube, é um time de futebol sediado na cidade de Itapissuma que está localizada na Região Metropolitana do Recife.

Desde sua fundação em 1945 (quando a cidade ainda era um distrito de Igarassu), o clube tem se mantido no futebol amador do estado, sempre disputando os campeonatos da cidade de Igarassu e amistosos na região.

A competição de maior importância no qual o clube já participou foi justamente a antiga Taça Pernambuco no ano de 1965, onde o time foi eliminado precocemente da competição.

É importante lembrar que o clube não chegou a entrar na esfera profissional do futebol.

Atualmente o clube mantem-se com o aluguel de sua sede para eventos musicais e culturais de grupos pela região.

Desempenho em competições
Taça Pernambuco
1965
1ª Fase

Escudo Antigo



domingo, 25 de novembro de 2018

sábado, 24 de novembro de 2018

Sociedade Esportiva Cabense

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
25/11/2018


Ficha do Clube
Nome
Sociedade Esportiva Cabense (SEC)
Fundação
28 de Janeiro de 1969
Cidade/Mesorregião
Cabo de Santo Agostinho – Região Metropolitana
Estádio
Gileno de Carli – 5.500
Status
Desativado

O Clube
O time da Sociedade Esportiva Cabense, foi um time de futebol Sediado na cidade do Cabo de Santo Agostinho, localizado na Região Metropolitana do Recife.

É sem dúvidas um dos clubes obscuros de Pernambuco, fundado em 1969,o time nunca participou de competições a nível profissional, o campeonato de maior importância que o time da SEC participou foi a Copa Arizona de 1978, onde foi logo eliminado na 1ª fase.

Também participou dos campeonatos cabense de futebol, onde era um dos clubes mais fortes na disputa.

Desempenho em competições
Copa Arizona
1978
1ª fase
Fonte: Diário de Pernambuco, escudo encontrado no Facebook

Jogos Históricos - Palmeiras de Petrolina 0x0 Náutico de Recife

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
24/11/2018


Fonte: Diário de Pernambuco

Jogos Históricos - América de Petrolina x Santa Cruz de Recife

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
24/11/2018


Fonte: Diário de Pernambuco

Associação Esportiva Palmeiras de Paulista

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
15/11/2018


Ficha do Clube
Nome
Associação Esportiva Palmeiras
Fundação
19 de Agosto de 1951
Cidade/Mesorregião
Paulista – Região Metropolitana
Estádio
Campo da Tecanor – entre 5.000 e 7.000
Status
Desativado

O Clube
A Associação Esportiva Palmeiras, foi um clube de futebol sediado na cidade do Paulista, localizado na Região Metropolitana do Recife.
Fundado em 1951 o clube sempre foi considerado uma grande força do futebol de Paulista.
E com isso seu maior feito foi a conquista de forma invicta da Copa do Interior do ano de 1980, ao vencer o time do Destilaria da cidade do Cabo de Santo Agostinho em duas partidas (1x0 no Gileno de Carli no Cabo e 2x0 no Campo da Tecanor em Paulista).
Com a conquista o time então começou a sonhar com voos mais altos, que eram o de profissionalizar o clube e disputar a 1ª divisão estadual, porém vários empecilhos impediram que o clube conseguisse tal feito, e um deles era de que a cidade já possuia um clube profissional na elite, o Paulistano Futebol Clube.
Então o Palmeiras ainda disputou mais uma Copa do Interior em 1981 e os campeonatos citadinos da cidade de Paulista até ser esquecido no futebol pernambucano.

Confira a campanha do Título da Copa do Interior de 1980:

1ª Fase
2x1 Veloz FC de Igarassu
1x1 Condor de Nazaré da Mata
1x1 DR-5 (Grêmio da Celpe) de Goiana
0x0 Sport Surubim
2x1 JET de Timbaúba

Quartas de Final

1x1 Independente de Caruaru (Palmeiras venceu nos Pênaltis)

Semifinal

3x1 AGA de Garanhuns

Final

Destilaria EC 0x1 Palmeiras - Gileno de Carli
Palmeiras 2x0 Destilaria EC - Campo da Tecanor


Títulos
Copa do Interior
1980

Desempenho em competições
Copa do Interior
1980
Campeão
1981
2ª fase

Foto Rara
Palmeiras Campeão da Copa do Interior de 1980

Fonte: Diário de Pernambuco

Colombo Sport Club

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
24/11/2018


Ficha do Clube
Nome
Colombo Sport Club
Fundação
20 de Outubro de 1918
Cidade/Mesorregião
Limoeiro – Agreste
Estádio
Campo do Colombo
Status
Social e Amador

O Clube
O Colombo Sport Club, é um time de futebol amador e social, sediado na cidade de Limoeiro no Agreste de Pernambuco.

O clube é o maior rival do Centro Limoeirense de Futebol, onde eram realizados os clássicos locais em competições citadinas.

A nível profissional o time Alvinegro Limoeirense não disputou nenhuma competição, mais vale destacar que o clube é o primeiro campeão de uma competição oficial da FPF voltada para os clubes interioranos do estado.

Em 1962 o Colombo foi o primeiro campeão da Taça Pernambuco, ao vencer em uma melhor de três o time do Rio Uma da cidade de Barreiros, na Zona da Mata Pernambucana.

O clube teve seu departamento de futebol amador desativado na na década de 80, deixando saudades para o torcedor de Limoeiro.

Atualmente o clube funciona alugando sua sede para eventos, e recentemente ouviu-se falar que o clube iria montar um time de Futsal, mais nada de concreto.

Títulos
Taça Pernambuco
1962

Desempenho em competições
Taça Pernambuco
1962
Campeão

Fotos raras

Resultado de imagem para Colombo Sport Club
Time do Colombo na década de 70 (foto: Cacellain)

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Taça Pernambuco de 1962

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
22/11/2018

Logo meramente ilustrativo

O campeonato da Taça Pernambuco foi uma das primeiras tentativas da Federação Pernambucana de Futebol de levar a profissionalização para os clubes do Interior do Estado, vide que nesta época já existia a Copa do interior, que no entanto eram disputadas com as seleções das cidades com ligas filiadas.

Então podemos dizer que quando se trata de Clubes é a 1ª competição que leva de fato ao futebol amador no interior do estado, a competição em sim era disputada com os clubes campeões municipais das ligas filiadas.

A competição teve vida curta e durou apenas por três anos, 1962, 1964 e 1965, confiram os clubes participantes da 1ª edição:

Caroá da cidade de Caruaru;
Colombo SC de Limoeiro;
Condor EC da cidade de Olinda;
Livramento de Vitória de Santo Antão;
Rio Una de Barreiros;
Santa Cruz FC de Belo Jardim;
Sesiano de Escada;
Sete de Setembro EC de Garanhuns;
União Peixe EC de Pesqueira;
Veloz EC de Igarassu, (atualmente o clube é de Itapissuma).

Na primeira edição da competição o grande campeão foi o time do Colombo de Limoeiro, depois de vencer a melhor de três o time do Rio Una de Barreiros na final disputada na Ilha do Retiro, o placar foi 3x2.

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Petrolina Social Futebol Clube

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
12 de Novembro de 2018


Ficha do Clube
Nome
Petrolina Social Futebol Clube
Fundação
11 de Novembro de 1998
Cidade/Mesorregião
Petrolina – Sertão do São Francisco
Estádio
Paulo Coelho – 5.000
Status
Profissional
O Clube
O Petrolina Social Futebol Clube (conhecido apenas por Petrolina e cujo acrônimo é PSFC) é uma associação esportiva brasileira fundada em 1998 com o nome de Petrolina Futebol Clube até 2008 quando passou a ser chamado como é atualmente. No futebol, é um dos clubes mais bem-sucedido de Petrolina, sendo que, dentre seus principais títulos, destacam-se os três Campeonato Pernambucano - Série A2, onde conseguiu em 2001 seu primeiro acesso e duas participações nas séries C e D do campeonato nacional. As cores do clube, presentes no escudo e bandeira oficial, são o verde, o amarelo e o vermelho, tem como mascote o Tigre, maior felino da Ásia, conhecido como Fera do Sertão, mesmo o animal não exista no Brasil, foi adotado como mascote.

Participou da primeira divisão pernambucana em 2002 onde permaneceu por três anos, quando veio a cair e voltando em 2008. Veio a permanecer até 2013, onde eventualmente fora rebaixado pela segunda vez e permanecendo desde então ao que equivale ao último nível do Campeonato Pernambucano de Futebol. O Petrolina possui vários rivais em sua história, tendo mais relevância ao clássico contra outra equipe do mesmo município de Petrolina, o 1º de Maio Esporte Clube.

A História do Petrolina Social Futebol Clube começa no dia 11 de novembro de 1998, quando o clube foi fundado por um grupo de empresários petrolinense, dentre eles o empresario Jefferson de Souza Correia, o Ferson com o nome de Petrolina Futebol Clube. O grupo sentia-se carentes, futebolisticamente falando, de uma equipe que levasse o nome da cidade e que jogasse em competições de alto nível. A ideia era contar com outra equipe na segunda divisão pernambucana, logo em seu primeiro ano de existência. Já em 2001, o clube conseguiu o seu maior feito, o título de campeão da segunda divisão estadual. Na elite, o clube permaneceu entre os anos de 2002 e 2005, quando foi rebaixado, conseguindo o retorno após boa aparição na disputa do segundo escalão em 2007.

Em 2008, após boa campanha no estadual com a 8ª melhor campanha, passa a se chamar Petrolina Social Futebol Clube. Ainda no mesmo ano, herda a vaga do Ypiranga, disputa pela primeira vez uma competição a âmbito nacional, o Petrolina disputava o Campeonato Brasileiro - Série C de 2008. Infelizmente, o clube não fez boa campanha no nacional, ficando apenas na 58ª colocação geral com 3 pontos, 1 vitoria e 5 derrotas, tendo a sua pior campanha na competição.

A Fera Sertaneja manda seus jogos no estádio Paulo Coelho de Capacidade para 5.000 torcedores.

Resultado de imagem para Estádio Paulo Coelho

Em 31 de janeiro de 2017, o Petrolina anunciou as contratações de dois ex-jogadores que fizeram história no Flamengo, Jorge Luís Andrade como treinador, e João Batista Nunes como diretor de futebol, para a disputa da Série A2 do pernambucano, e devido a proximidade dos dois com o clube carioca, também era especulada uma parceria para empréstimo de jogadores da base ao clube pernambucano. Mas a equipe enfrentou problemas na entrega dos laudos do Estádio Paulo de Souza Coelho a Federação Pernambucana de Futebol, assim o clube tentou realizar outra parceria, dessa vez com a Juazeirense da Bahia, para o empréstimo de jogadores da base, e também do estádio Adauto Moraes ao clube pernambucano, mas devido a proibição da CBF de que equipes mandem seus jogos em outros estados, isso não foi possível. Dessa maneira, o retorno do Petrolina aos gramados é adiado, Andrade e Nunes deixam o clube, e nenhuma das parcerias se concretizou. Em 2018, a equipe petrolinense voltou a disputar a segundona, desta vez contando com o apoio da prefeitura municipal para reforma do estádio e contar com uma equipe para apresentar todos os laudos necessários até 12 de agosto, data estipulada pela FPF para o inicio da competição que contou com 14 equipes e duas categorias de base de Náutico e Sport, onde a equipe petrolinense se sagrou novamente campeã do certame, conquistando o acesso e o Tri-campeonato invicto.

Confira as campanhas dos títulos do Petrolina em 2001, 2010 e 2018:

2001

1ª Fase

Sport Boa Vista 0x0 Petrolina
Petrolina 2x1 1º de Maio
Serrano 2x2 Petrolina
Petrolina 3x0 Petrolândia
Petrolândia 0x2 Petrolina
Petrolina 2x1 Serrano
1º de Maio 1x1 Petrolina
Petrolina 1x1 Sport Boa Vista

2ª Fase

Ypiranga 0x0 Petrolina
Petrolina 2x0 Petrolândia
Petrolândia 0x0 Petrolina
Petrolina 2x1 Ypiranga

3ª Fase

Serrano 1x3 Petrolina
Petrolina 1x1 Intercontinental
Petrolina 0x0 Unibol
Unibol 2x1 Petrolina
Intercontinental 2x2 Petrolina
Petrolina 1x0 Serrano

Campanha:
08 Vitórias
09 Empates
01 Derrota

2010

1ª Fase

Petrolina 3x3 Barreiros
Carpinense 0x1 Petrolina (W.O) - Carpinense não levou médico
Petrolina 2x0 Olinda
Chã Grande/Decisão 1x1 Petrolina
Pesqueira 1x2 Petrolina
Petrolina 3x1 1º de Maio
Ferroviário do Cabo 0x4 Petrolina
Petrolina 7x0 Íbis
Belo Jardim 1x2 Petrolina
Petrolina 2x2 Timbaúba
Centro Limoeirense 0x1 Petrolina
Petrolina 4x1 América de Recife

2ª Fase

Belo Jardim 0x4 Petrolina
Petrolina 3x0 Olinda
Petrolina 3x0 Centro Limoeirense
Centro Limoeirense 2x1 Petrolina
Olinda 2x0 Petrolina
Petrolina 5x1 Belo Jardim

Campanha:

13 Vitórias
03 Empates
02 Derrotas

2018
1ª fase

Petrolina 1x0 1º de Maio
Serrano 2x2 Petrolina
Petrolina 1x0 Sete de Setembro (W.O)
Sete de Setembro 0x1 Petrolina (W.O)
Petrolina 2x0 Serrano
1º de Maio 0x1 Petrolina

Quartas de Final

Cabense 0x1 Petrolina
Petrolina 0x0 Cabense

Semifinais

Petrolina 4x2 Decisão
Decisão 1x1 Petrolina

Finais

Centro Limoeirense 1x1 Petrolina
Petrolina 3x0 Centro Limoeirense

Campanha

08 Vitórias
04 Empates
00 Derrotas

Títulos
Pernambucano A2
2001
2011
2018

Desempenho em competições oficiais
Pernambucano Série A1
2002
2003
2004
2005
2008
2009
12º
2011
2012
2013
11º
Pernambucano Série A2
1999
1ª Fase
2000
2001
2007
2010
2015
2018

Brasileirão Série C
2008
58º

Brasileirão Série D
2012
39º

Fotos e Imagens Raras

Petrolina Campeão da Série A2 de 2001
Petrolina Campeão da Série A2 de 2010
Petrolina Campeão invicto da série A2 de 2018
Escudos Antigos


Alguns Registros indicam a existência de um 5ª escudo que foi utilizado nos anos 2000 e 2001, o escudo em si é bastante parecido com o primeiro, porém predominando a cor amarela no lugar da branca e seu formato de escudo seria muito parecido com o os formatos de Atlético MG, Fluminense, Sport Recife e outro clubes.

Fontes: Wikipédia, RSSSF Brasil e Perfil do Clube no Facebook.