terça-feira, 25 de dezembro de 2018

Botafogo Esporte Clube - Olinda

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
25/12/2018


Ficha do Clube
Nome
Botafogo Esporte Clube
Fundação
Década de 50
Cidade/Mesorregião
Olinda – Grande Recife
Mascote

Status
Extinto
Competição
Copa Arizona de 1978 – última competição oficial
O Clube

O Botafogo Esporte Clube, foi um time de futebol sediado na cidade de Olinda, cidade localizada no Grande Recife.

O fundado na década de 50 o clube jamais saiu do amadorismo e sua competição de maior importância foi na Copa Arizona de 1978, onde mandava seus jogos no estádio Olindão.

Foto Rara


Fonte: Diário de Pernambuco

Tramways Sport Club - Recife

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
24/12/2018


Ficha do Clube
Nome
Tramways Sport Club
Fundação
23 de abril de 1934
Cidade/Mesorregião
Recife – Capital
Mascote
Águia
Status
Extinto (1943)
Competição
Campeonato Pernambucano de 1941 – última competição oficial
O Clube

O Tramways Sport Club foi um clube de futebol, da cidade do Recife, foi fundado em 23 de abril de 1934 por funcionários da companhia inglesa Tramways que era detinha as conceções de fornecimento de energia elétrica e transporte "Ferrocarril" (bonde) em Recife até meados dos anos 40, durante seu curto período (1934-41) foi um dos principais times da capital. Seus apelidos eram "Expresso da Torre" (por causa do bairro one foi fundado) ou "Elétrico" (por ser de funcionários de uma empresa de energia elétrica) foi extinto em 1941 por falta de apoio financeiro, que atingiu outros clubes da época como: Israelita, Íris, Flamengo-PE, Great Western, Varzeano, Torre e etc.

Trajetória Meteórica

Em 22 de outubro de 1936, há exatos 80 anos, o Tramways pisou no campo da Jaqueira para fazer história como nunca foi feito no futebol pernambucano. Diante do Sport, o Elétrico, como também era chamado, construiu o placar de 3 a 2 e se sagrou campeão estadual invicto. A conquista, além de representar uma quebra no que já começava a ser a hegemonia do atual Trio de Ferro, provocou mudanças significativas na estrutura dos campeonatos locais. O time encabeçou a profissionalização dos atletas, com pagamentos de salários. Começou a substituir o conceito do jogo pelo amor à camisa, desenhando uma trajetória meteórica e vitoriosa no estado, alcançando, no certame seguinte, um bicampeonato invicto. Feito nunca igualado no estado.

A conquista do Tramways, em 1936, representou a última sem o pagamento aberto de dinheiro aos jogadores. Mas, antes mesmo da mudança, a equipe já provocava discussões acaloradas sobre o tema. A inscrição do time tricolor aconteceu em 9 de março de 1934, substituindo a equipe antes chamada de Tuiuti Força Esporte Clube. A decisão foi anunciada em publicação no Diario de Pernambuco e era fruto do investimento pesado da empresa The Pernambuco Tramways & Power Company Limited, de Londres.

Escudo do Tuiuti Força
O feito Imbatível

Até os dias atuais o time do Tramways é o único clube pernambucano que é Bi-campeão Invicto, o clube não perdeu nenhuma partida em dois anos de campeonato pernambucano, isso em 1936 e 1937.

Em 1936, ano em que o estadual decretou o fim do amadorismo o time do Tramways que era o maior economicamente falando, simplesmente voou sobre seus adversários, onde em um campeonato disputado em dois turnos os elétricos disputaram 13 partidas onde venceram 11 e empataram 2, marcando 69 gols, a última partida foi disputada contra o Sport onde o Tramways saiu vencedor pelo placar de 3x2.

Em 1937, mesmo sendo o atual campeão, o favoritismo continuou com Sport, Santa Cruz e América (sim o América e não o Náutico), contudo assim como em 1936 o time dos Elétricos atropelou seus adversários e conquistando 14 vitórias e 64 gols marcados na competição, importante lembrar que Central e Íris não compareceram em seus jogos.

O final do Tramways

No começo da década de 40 (em 1941 para ser mais exato) uma verdadeira crise financeira atingiu vários clubes pernambucanos como por exemplo Santa Cruz, América, Torre, Flamengo do Recife entre outros de menor expressão, e o Tramways foi um deles, o futebol do clube já vinha em decadência, onde sequer conseguia chegar entre os quatro primeiros colocados e o ponto final do clube foi justamente em 1941, quando ao enfrentar o Sport Recife, tomou uma goleada de 6x1, onde ao término da partida o clube abandonou a competição junto com o Flamengo de Recife no qual ainda restavam 4 rodadas para o final.

Em 1941 o Tramways saiu do Campeonato pernambucano para nunca mais voltar, o clube que foi um dos pioneiros em Pernambuco a profissionalizar jogadores, e era visto como exemplo de no pagamento dos salários aos jogadores era mais uma vítima da crise no futebol pernambucano de 1941.

Contudo o clube continuou em atividade até o ano de 1943, onde disputava amistosos contra clubes amadores e por fim desapareceu.

Curiosidade

O Tramways foi convidado para inauguração do estádio Presidente Vargas no Ceará onde foram disputadas três partidas:

Ferroviário 2x1 Tramways
Tramways - CE 2x7 Tramways - PE
Ceará 2x1 Tramways

Campanhas do Tramways no pernambucano

1935 - 2º colocado
1936 - Campeão invicto
1937 - Campeão invicto
1938 - 3º colocado
1939 - 3º colocado
1940 - 5º colocado
1941 - 6º colocado (abandonou a competição antes do final)

Títulos

Campeão Pernambucano 1ª divisão - 1936 e 1937 (invictos)
Campeão pernambucano 2ª divisão - 1934 (invicto)

Fotos Raras
Time Campeão em 1937

tramways-sport-club-dm16out36
Time Campeão em 1936
Outros escudos utilizados


Fontes: Diário de Pernambuco, Super Esportes PE, PE Futebol, Blog A História o Futebol
Escudos encontrados no Pinterest.

domingo, 23 de dezembro de 2018

Veloz Futebol Clube

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
23/12/2018


Ficha do Clube
Nome
Veloz Futebol Clube
Fundação
05 de janeiro de 1945
Cidade/Mesorregião
Itapissuma – Grande Recife
Mascote
Cobra Coral
Status
Amador/Social
Competição
Copa do Interior de 1981 – última competição oficial
O Clube


O Veloz Futebol Clube, é um time de futebol/social sediado na cidade de Itapissuma, que estar localizada na Região Metropolitana do Recife (Grande Recife).

Fundado em 1945 o time foi muito ativo no futebol pernambucano entre as décadas de 60, 70 e 80 do futebol pernambucano, onde participou das competições Taça Pernambuco (1962 e 1964), Copa Arizona (1977) e Copa do interior de Clube entre clubes (1980).

Participações

Taça Pernambuco

1962 - 1ª fase
1964 - 1ª fase

Copa Arizona

1977 - Sem dados

Copa do Interior de Clubes

1980 - 1ª fase

Após esse período em que o clube foi bastante ativo, ainda na década de 80 a Cobra Coral de Itapissuma começou a cair no ostracismo e não retornou mais para as competições estaduais, mantendo-se apenas como um clube amador e limitando-se aos campeonatos citadinos.

Tem como maior rival o time do Espinheiro FC.

Curiosidade do Clube

O time do Veloz FC ajudou a fundar o Paulistano FC de Paulista

No comecinho da década de 1980 a cidade de Paulista já sonhava bastante com um clube no futebol profissional que representa-se a cidade no Campeonato Pernambucano da 1ª divisão, esse clube se chamaria Associação Atlética Paulista, que logo depois seria chamado de Paulistano Futebol Clube, e ocorreu uma reunião no ano de 1982 com dirigentes de clubes amadores da cidade de Paulista e cidades próximas e o time do Veloz FC estava presente na reunião, ajudando assim a cidade de Paulista a fundar seu primeiro time profissional. 

Nenhum texto alternativo automático disponível.
Sede do Veloz FC -2012
Como muitos clubes amadores que possuem sede própria, o time do Veloz FC segue sobrevivendo com aluguel de sua sede para eventos culturais, palestras entre outras festividades.

O clube também participa dos campeonatos citadinos de Itapissuma.

Fonte: Diário de Pernambuco

sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

Sport Club Flamengo - Recife

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
21/12/2018


Ficha do Clube
Nome
Sport Club Flamengo
Fundação
20 de abril de 1914
Cidade/Mesorregião
Recife – Capital
Mascote
Patativa
Status
Extinto
Competição
Pernambucano 1ª divisão de 1949 – última competição
O Clube

O Sport Club Flamengo foi um clube brasileiro de futebol, da cidade de Recife, no estado de Pernambuco. Seu maior feito foi ter sido o primeiro campeão pernambucano de futebol em 1915.

O Flamengo foi fundado no dia 20 de abril de 1914. O nome foi motivado pela simpatia que os fundadores tinham pelo Clube de Regatas Flamengo do Rio de Janeiro.

No dia 12 de dezembro de 1915, com uma vitória de 3 x 1 sobre o Torre Sport Club, o Flamengo sagrava-se campeão da competição organizada pela Liga Sportiva Pernambucana. O time campeão estadual contava com a seguinte escalação: Luiz; Alves e Albuquerque; Frederico, Ruy e Abdon; Waldemar, Gastão, Taylor, Percy Fellows e Lelis.

O Flamengo foi um dos fundadores, no dia 16 de junho de 1915, da Liga Sportiva Pernambucana (LSP), que mudou de nome em 1918, passando a se chamar Liga Pernambucana dos Desportos Terrestres (LPDT).

Desde 1915 até meados da década de 70 o campeonato pernambucano teve em disputa na maioria das vezes entre 6 e 8 equipes na competição e o Flamengo do recife esteve presente em 32 dessas edições, confiram:

1915 (1º lugar), 1916 (5º lugar), 1917(4º lugar), 1918 (5º lugar), 1919 (6º lugar), 1920 (4º lugar), 1921 (6º lugar), 1922 (6º lugar), 1923 (4º lugar), 1924 (5º lugar), 1925 (4º lugar), 1926 (7º lugar), 1927 (3º lugar), 1928 (4º lugar), 1929 (6º lugar), 1930 (7º lugar), 1931 (3º lugar), 1932 (3º lugar), 1933 (8º lugar), 1934 (4º lugar), 1935 (6º lugar), 1936 (7º lugar), 1937 (7º lugar), 1938 (8º lugar), 1940 (8º lugar), 1941(7º lugar), 1943 (6º lugar), 1944 (7º lugar), 1945 (7º lugar), 1946 (7º lugar) e 1947 (5º lugar).

ALGUNS TÍTULOS:

Campeonato Pernambucano: 1915;    
Taça A Noite ‘Curso Simpatia’: 1915;
Torneio Início da LSP dos Terceiros Times: 24 de junho de 1917;
Taça dos Menores Correcionais: 10 de março de 1918;
Tarde dos Cronistas – Taça Emoção:  27 de novembro de 1921;
Campeonato Pernambucano Segundos Quadros: 1921, 1922 e 1931;
Taça Sete de Setembro (AL): goleada de 6 a 1 em cima do CSA-AL, em 1923;
Taça Prefeitura Municipal de Fortaleza (CE): vitória por 4 a 2 em cima do América-CE, em 1924;
Vice-campeão do Torneio Início da LPDT: 1926 e 1927;
Taça Bittencourt: 1928;
Taça Festival Varzeano Sport Club: 15 de novembro de 1929;
Taça Casa Amarela: 1929;
Torneio de Verão da Cidade do Recife: 1939.

O fim do campeão de 1915

Coincidência ou não, o declínio do Sport Club Flamengo começou a partir de dezembro de 1935. Os jornais recifenses já especulavam que o clube se dissolveria. Naquele momento, a diretoria do Alvinegro dos Patativa publicou uma nota desmentindo que o clube estaria fechando às portas.

Fato é que as campanhas seguintes até 1947 foram pífias, com o Flamengo figurando nas penúltima e última colocações! Somado a brigas políticas com a Federação pernambucana e um desgaste com os principais clubes, a diretoria resolveu se afastar das competições futebolísticas.

Em 1954, o Diário de Pernambuco fez uma matéria com um ar de saudosismo para relembrar os grandes feitos do Sport Club Flamengo. Contudo, o clube seguiu no ostracismo até desaparecer definitivamente deixando saudades da briosa agremiação 1ª campeã de Futebol de Pernambuco.

Curiosidades:

O Flamengo foi o responsável pelo Santa Cruz Futebol Clube ser tricolor

Apesar de grandes adversários, o grande rival do Alvinegro dos Patativas era o Santa Cruz F.C. Tudo nasceu pelo fato de ambos terem escolhido as mesmas cores: preto e branco.

Então, a Liga Pernambucana determinou que um dos dois escolhesse novas cores. Ambos não demonstraram desejo em ceder. Mas após muita luta, o Flamengo levou a melhor e acabou sendo o responsável para que o Santa Cruz trocasse o alvinegro pelo Tricolor (vermelho, branco e preto). Da guerra nos bastidores se estendeu para os gramados, onde os jogos entre essas duas equipes eram ferrenhos e, muitas vezes, de partidas ríspidas.

O Clube tomou a maior goleada do Futebol Pernambucano

Durante o Campeonato Pernambucano de 1945, o time do Náutico venceu a já enfraquecida equipe do Flamengo de Recife pelo inacreditável placar de 21x3 (!!!!).

Fotos Raras:

Time do Flamengo em 1937
Time campeão em 1915

Fontes: Blog A história do Futebol, Wikipédia, Diário de Pernambuco, Jornal do Recife e a Província.









domingo, 9 de dezembro de 2018

Canarinho Futebol Clube

Por Henrique Martins, Adm do Blog Acervo Futebolístico Pernambucano
09/12/2018


Ficha do Clube
Nome
Canarinho Futebol Clube
Fundação
10 de agosto de 1986
Cidade/Mesorregião
Gravatá – Agreste
Mascote
Canário
Status
Amador
Competição
Campeonato Gravataense de Futebol
O Clube

O Canarinho Futebol clube, é um time de futebol sediado na cidade de Gravatá, que está localizada no Agreste do estado de Pernambuco.

Fundado em 1986, o time do Canarinho é considerado um dos mais populares na cidade de Gravatá, e recentemente o time vem demonstrando força no campeonato local, sendo que de 2007 até 2018, o clube conquistou o campeonato Gravataense de futebol em cinco oportunidades.

A primeira conquista do clube Auri-Azulino veio em 1996, na conquista da 2ª divisão de Gravatá, título que seria conquistado novamente no ano de 2004.

E desde então o clube além de ter se firmado na 1ª divisão local, ainda vem conquistando títulos na elite. inclusive o clube é o atual campeão de Gravatá, pois conquistou no dia 09 de dezembro de 2018 o título sobre o time do Agreste Futebol Clube, final realizada no Estádio Erasmo Feitosa, que estava com as arquibancadas cheias para ter um vislumbre e o desfecho do campeonato Gravataense.


Desempenho em competições
Campeonato Gravataense 2ª divisão
1996
Campeão
2004
Campeão
Campeonato Gravataense 1ª divisão
2007
Campeão
2008
Campeão
2015
Campeão
2016
Campeão
2018
Campeão


Foto

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre
Canarinho Futebol Clube, Campeão Gravataense de 2018: Foto - Liga Desportiva Gravataense

Fonte: Liga desportiva Gravataense - Site e Facebook